26 de novembro de 2011

Game - Batman Arkham City

Eu sempre gostei de histórias em quadrinhos. Nunca fui fã da DC Comics, é verdade, mas sempre fui fã do Batman. Depois de ler "O Cavaleiro das Trevas" de Frank Miller, gostar do Batman deixa de ser uma opção.


Também sempre gostei de videogame e apesar da idade já não permitir acompanhar tanto - e além que  com o tempo tudo acaba enjoando um pouco - de vez em quando ainda jogo um pouco. Depois fico me sentindo culpado por ter jogado - "putz, deveria ter usado esse tempo para escrever mais contos, assim nunca vou conseguir terminar nenhuma história". 


Só posso dizer que esse jogo combina com perfeição as histórias em quadrinhos com o videogame. E esse eu acabei jogando bastante.


Não joguei o anterior "Asylum Arkham" então não posso dizer se melhorou ou piorou. Só posso dizer que quando você começa a jogar esse aqui, tem a impressão que está controlando uma história em quadrinhos, tem a impressão que está realmente lutando ali nas ruas sujas, que está mesmo planando pela noite e quase consegue sentir o cheiro da cidade. 


A variação de movimentos e aparelhos é enorme, mas você vai se adaptando com naturalidade. A história principal pode ser terminada em uns dois ou três dias, mas daí ainda restam algumas missões secundárias e os desafios do Charada (esse acaba tomando a maior parte do tempo).


Um jogo praticamente perfeito na minha opinião.


Vale cada centavo do (salgado) preço. 







3 comentários:

  1. Ja terminou né?

    BOM SABER

    #huahuauh

    ResponderExcluir
  2. Porra...Shivan é muito abeiro cara. Vai comprar um!
    O jogo é bom mesmo. Ainda bem que não jogo mais.

    ResponderExcluir
  3. Terminei! Depois eu te empresto.
    Já comprou Skyrim?

    Só no Poker agora mestre Galvão?

    ResponderExcluir